Print Friendly Version of this pagePrint Get a PDF version of this webpagePDF

quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

DEPRESSÃO

A depressão corresponde a um estado alterado no qual a pessoa, normalmente cheia de energia e interesses, pode perder até a vontade de viver.
O deprimido pode ser confundido com o preguiçoso: é um grave erro, pois a conduta prévia indica que ele está vivendo um distúrbio temporário.
Não convém pressionar o deprimido a "se esforçar" para voltar ao ritmo usual. Isso acontecerá espontaneamente quando a doença for controlada.
A recuperação do deprimido é muito bem-vinda, pois a alegria e a boa disposição contribuem bastante para fortalecer as defesas imunológicas.
Muitas vezes a depressão tem causas orgânicas e aí o tratamento com medicamentos se justifica; porém, sempre convém associar à psicoterapia.
Várias ações ajudam a prevenir depressões: atividade física, boas relações afetivas e de amizade, não abusar do álcool, trabalho estimulante.
Existem fatores culturais associados à depressão: o rápido avanço tecnológico cria um novo ambiente no qual muito se sentem desconfortáveis.