Print Friendly Version of this pagePrint Get a PDF version of this webpagePDF

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

ARREPENDIMENTO









Arrependimento é termo usado com dois significados: um operacional (por ter tido um resultado ruim) e outro visceral (sincera autocrítica).
O arrependimento operacional não indica mudança no modo de ser da pessoa, que só lamenta ter cometido um erro estratégico que gerou perda.
O arrependimento estratégico é superficial e não garante que haverá mudança: quem trai e só fica mal por ter sido descoberto irá reincidir.
O arrependimento visceral deriva de uma sincera e dolorosa conscientização: gera sofrimento e culpa e uma transformação confiável na pessoa.
A distinção entre o arrependimento operacional e o visceral não se faz por palavras e sim por atitudes constantes ao longo de meses ou anos.
Quem se arrepende de verdade luta para não recair e pode ter uma nova oportunidade até mesmo por parte daqueles a quem magoou profundamente.

Flávio Gikovate