Print Friendly Version of this pagePrint Get a PDF version of this webpagePDF

quinta-feira, 9 de outubro de 2014

TRAUMAS DE AMAR NOVAMENTE

Algumas pessoas ficam tão traumatizadas com as dores relacionadas com a separação amorosa que nunca mais ousam tentar um novo relacionamento.
Muitas ficaram tão traumatizadas com a dor das rupturas infantis (nascer e depois ter que se afastar da mãe) que não têm coragem para amar.
Aqueles que cresceram menos tolerantes a frustrações e contrariedades são os que costumam perder a coragem de amar: não ousam se arriscar!

Muitos dos que mergulharam na aventura do amor e se machucaram tendem a ser críticos do amor: trata-se mesmo é de medo de novo sofrimento.
Mais sábio é tentar aprender com os erros e entender porque uma dada aventura romântica fracassou: não é raro que derive de uma má escolha!

Quem faz autocrítica e percebe onde está o erro que conduziu ao fracasso amoroso tende a ganhar coragem: sai em busca de novas experiências.

Gykovate