Print Friendly Version of this pagePrint Get a PDF version of this webpagePDF

domingo, 9 de junho de 2013

SOFRER FELIZ?

         






    Sofrer feliz?
           
“Estou sofrendo de amor feliz”. Só aparentemente é que isso é contraditório. Quando se sente amor, tem-se uma funda ansiedade. É como se eu risse e chorasse ao mesmo tempo. Sem falar no medo que essa felicidade não dure. Preciso ser livre? Não aguento a escravidão do amor grande, o amor não me prende tanto. Não posso me submeter à pressão do mais forte.
Onde está minha corrente de energia? Meu sentido de descoberta, embora esta assuma forma obscura? Eu sempre espero alguma coisa nova de mim, eu sou um frisson de espera? Algo está sempre vindo de mim ou de fora de mim?


Clarice Lispector